FERNANDO GERHEIM

CINEMA IN NATURA

A tela são os olhos de uma forma teláquea de ser chamado consciência que fala suas últimas palavras eu estou morrendo eu estou agonizando eu sopro ao pé do seu ouvido boquiacéuberto o meu último suspiro I have fear what mistery what beauty .

(o tempo é real quando o presente é uma premonição)

Fernando Gerheim é artista e publicou “Linguagens inventadas – palavra imagem objeto: formas de contágio” (Ed. Zahar 2008). Realizou os curtas-metragens em vídeo-digital “Tomada do Mundo” (2007), “Filme de uma imagem só” (2006) e “Urubucamelô” (2002).

© Live Cinema