HOL

Aufhebung

O artista desenvolve, em som e imagem, questionamentos a partir do termo filosófico Aufhebung, utilizado por Hegel em sua Fenomenologia do Espírito.?? Este termo, que tem significado dúbio mesmo na língua original, pode ser traduzido como cancelamento e manutenção de algo existente. É, ao mesmo tempo, afirmação e negação; ser e não ser. Hegel o utiliza para ilustrar o processo de desenvolvimento de todas as coisas, através da tríade tese/antítese/síntese.

Aufhebung seria o processo de evolução no qual coexistem forças positivas e negativas; um processo dialético que carrega elementos de uma situação inicial e do seu oposto, permitindo ao resultado ter características de ambas as partes e, ao mesmo tempo, diferir destas.

A apresentação traz reflexões sobre este tema usando imagens abstratas e sons que são gerados em tempo real pelo artista através de instrumentos customizados construídos em software e apresentados com o auxílio de uma interface feita com sensores, potenciômetros e faders através da qual a performance será executada. A interface foi especialmente construída pelo próprio artista para proporcionar ao público uma percepção mais apurada do que acontece durante a performance, uma vez que existe uma correspondência direta entre os movimentos do artista no palco e o resultado imediato dos som e das imagens que são projetados na tela.

© Live Cinema