Beto Brant

O Amor segundo B. Schianberg

O que aconteceria se uma narrativa cinematográfica se materializasse fora da tela do cinema para que ela pudesse ser re-vista e re-montada ao vivo por seu diretor e sua equipe, incluindo em cena os próprios atores do filme, de forma a ampliar e aprofundar as questões iniciais que o motivaram a fazer o filme mas que tiveram, pela limitação do próprio formato comercial do cinema, de ser apresentadas em uma única versão final de 80 minutos?
É em busca de uma resposta para essa pergunta que Beto Brant busca, em sua estréia no formato LIVE CINEMA, fazer uma performance audiovisual que leve às últimas conseqüências o universo de amor e convivência proposto por ele à seus atores/ personagens durante as três semanas que passaram juntos num apartamento em São Paulo.



Beto Brant é cineasta. Filmou, em 1995,  Os Matadores, rodado na fronteira do Brasil com o Paraguai. Seu segundo filme Ação Entre Amigos, de 1998, narra a história de ex-guerrilheiros que se reencontram 25 anos depois. O Invasor, 2002, é baseado no livro de Marçal Aquino e retrata o crime e a violência como pontos de contaminação entre classes sociais. Crime Delicado, 2005, é adaptação de um romance de Sérgio Sant’anna, narra um relacionamento amoroso que expõe mecanismos de controle e manipulação. Ao lado de Renato Ciasca, em 2007, dirigiu Cão sem Dono, roteiro adaptado do livro Até o Dia que o Cão Morreu de Daniel Galera. Em 2009 lançou o filme O amor segundo B. Schianberg, uma adaptação para o cinema da série de TV produzida pela Drama Filmes, TV Cultura e SESC TV.

© Live Cinema