brian mckern

 

Living Stereo

Em seu novo projeto ‘Living Stereo’,  Brian Mackern investiga o potencial de novas formas de estruturar e combinar sons e imagens. Ele desenvolveu interfaces interativas que permitem a criação de composições audiovisuais em inúmeras permutações. Sequências apropriadas de filmes de arquivo (de diretores como Andrei Tarkovsky, William Marshall e Alfred Hitchcock) e interfaces abstratas são combinadas em uma reflexão divertida de várias faces da cultura do remix.

 

Antología Soundtoys

Antologia soundtoys [1996-2008] é uma recopilação de interfaces audiovisuais desenvolvidas ao longo de 12 anos pelo artista digital Brian Mackern. Nesta primeira aproximação são apresentadas na navegação autoral ao vivo, em 3 telas, em torno de 60 soundtoys, dentro das mais de 140 interfaces que o artista já registrou.

Estas obras pertencem a várias etapas da sua trajetória e fizeram parte de trabalhos premiados em várias oportunidades, entre eles:

http://netart.org.uy/s/o/u/n/d/t/o/y/s (netart, 1997-2001)[1], _Overflow (CD-ROM, 1999-2000), Chamanic Interferences (CD-ROM, 2001-2004)[2], e Living Stereo (CD-ROM, 2006-2008)[3].

E foram exibidos em diversos festivais como Transmediale (Berlim, Alemanha), Centro de Arte Nabi (Seul, Coréia), Museu Tamayo (México), Museu de Arte Moderna de Buenos Aires (Argentina), Museu Nacional de Artes Visuais (Montevidéu, Uruguai) entre outros.

 

Sobre o Artista

Brian Mackern é artista de novas mídias, compositor, realizador audiovisual e criador de estruturas de desenvolvimento autônomo e ambientes audiovisuais reativos. Seu trabalho se concentra, principalmente, na análise de estruturas de procedimento e utilização de filmes de arquivo. Mackern explora design de interfaces, navegação alternativa, criação de Soundtoys, animação de filme e dados em tempo real, web arte e arte sonora.

Apresentou suas obras e deu seminários e palestras em diversas turnês pela Argentina, Chile, México, Espanha, França, Portugal etc. Seu trabalho já foi exposto em grandes festivais internacionais, e premiado por várias instituições.

É professor de Arte Eletrônica e Digital na Escola de Belas Artes da Universidade do Uruguai; coordenador e curador de novas mídias do Centro Municipal de Exposições Subte em Montevidéu; fundador e organizador da dorkbot.mvd – manifestação local de eventos dorkbot – e Kilo~Ciclo/Arte Sonoro: concertos audiovisuais experimentais. No momento, ele desenvolve o programa “montevideo.ETC” (Montevideo, Espaço de Tecnología e Cultura) dedicado à reflexão, produção, difusão e apoio a projetos que transversalizam arte, ciência, tecnologia e a sociedade.

© Live Cinema