duo n-1

duo_n-1_2_b
Metaremix é um ensaio da arqueologia de um instante quase-presente (que acaba de acontecer) confinado na memória implacável de uma máquina cuja vocação é a de remixar o passado. Arqueologia de um instante desdobrado em repetições e recombinações de si mesmo.

A performance é dividida em duas partes. A primeira consiste em uma improvisação com objetos cotidianos que produzem sons, como duas vitrolas que tocam antigas canções, flautas de criança e pequenas percussões, buzinas de bicicleta, apitinhos de festa infantil, etc. O som e imagem da improvisação são gravados, e mais tarde o material gravado é automaticamente re-mixado consigo mesmo (editado e posteriormente mixado) por um dispositivo criado em Max/MSP e Pure Data. Na segunda parte os performers deixam a cena e o filme remixado é exibido.

Sobre os artistas

Formado por Giuliano Obici e Alexandre Fenerich em junho de 2007, o Duo N-1 atua sob o rótulo da música experimental explorando diversos processos de criação sonoro-visual. Elabora performances (musicais?) em que o set faz parte da criação, pois inventa instrumentos sonoros e visuais, seja analógicos, eletrônicos ou digitais, que terão função específica em cada obra. A criação desses instrumentos faz parte essencial do trabalho mas a pesquisa é feita sob o olhar atento do humor e da ironia, que dão as bases das apropriações musicais e do design dos objetos (sonoros e soantes) do duo.

De carreira heterogênea, o Duo tem se apresentado em todo o tipo de lugares ligados a arte experimental: festivais de música (FILE 2008 – São Paulo, Worldtronics 2008 – Berlin, I e II Festival Ibrasotope 2008 e 2010 – São Paulo, Remixtura 2010 – SESC São Paulo), festivais e mostras de Cinema (LiveCinema 2009 – São Paulo, IV Jornada Brasileira de Cinema Silencioso 2010 – São Paulo), mostras de Arte Sonora ( Encontro Internacional de Música e Arte Sonora de Juiz de Fora – 2010, Ciclo de Arte Sonora do Parque Lage 2010 – Rio de Janeiro), bem como em espaços de música alternativos, como o Plano B, Rio de Janeiro (shows em 2008 e 2011), Dissenso, São Paulo (show em 2011) e Wendel, Madame Claude e Alberto Ukebama, em Berlin (shows em 2008).

© Live Cinema