HOL

Ponto, um videogame sem vencedor

Performance audiovisual com sons e imagens sincronizadas, tocadas  com o uso de um “console” construído a partir da placa gameduino, que são controlados por dois joysticks SNES.
Baseado na Gameart, a ideia da performance é subverter a lógica dos games antigos  propondo um resignificado para o seu uso e conceitos. A performance é aberta à participação do público que pode “jogar” com o artista e assim também fazer parte da apresentação. Quem se habilita?

Sobre o artista

HOL é um projeto conceitual audiovisual generativo criado pelo artista multimídia Henrique Roscoe (1mpar). Todas as composições buscam uma correspondência entre áudio e imagem e são executadas em performances ao vivo ou em vídeo. O projeto é baseado no conceito de sinestesia, porém ampliado, dando espaço para significações e referências. Cores, formas e movimentos de cada elemento são sincronizados com notas, harmonias e ritmos. Som e imagem têm exatamente a mesma importância e são gerados ao mesmo tempo ao se tocar cada nota no teclado, ou através dos instrumentos específicos construídos pelo artista em software e hardware.

© Live Cinema