monóculo

I dance as a dinosaur
I dance as a dinosaur é uma performance multimídia que experimenta o cruzamento entre linguagens do corpo, arte sonora e manipulação de imagens em tempo real, com interesse em poéticas emergentes e em imagens de desconforto, livremente inspiradas nos textos sobre a sociedade de consumo de Zygmunt Bauman, sobre a supervalorização da imagem de Vilém Flusser, nos jogos de edição cut-up technique de Brion Gysin e William Burroughs, e nas canções melancólicas sobre o ser humano de plástico, do grupo inglês Radiohead, com seus timbres e estruturas rítmicas de difícil digestão.

 

Sobre os artistas
Monóculo é um grupo formado pelos performers e artistas multimídia Lali Krotoszynski, Nina Giovelli e Roger Salatini. O grupo experimenta cruzamentos entre linguagens do corpo, arte sonora e manipulação de imagens em tempo real em concepções instalativas. Em I dance as a dinosaur, o grupo convida o artista Ihon Yadoya, como participação especial.

© Live Cinema